Música ou natação?

Estou seriamente pensando em colocar Pequeno Léo em uma atividade infantil.  Imagino de cara, a natação. O contato com a água, aprender a nadar até mesmo para evitar acidentes, é uma boa ideia. Mas penso também em música. Uma atividade com música seria muito bom…

E então, o que decidir? Ainda estou na dúvida, embora prefira a natação. Para ajudar você, mamãe, que também tem dúvidas quanto às atividades ideais para seus pequenos, encontrei um guia e compartilho aqui com vocês.

Segundo dizem, as vivências utilizadas nessas aulas permitem explorar e trabalhar questões como: linguagem, ensinando a se comunicar resolver problemas; egocentrismo, ensinando a compartilhar e respeitar o outro; agressividade, ensinando a paciência e o auto-controle; manhas e birras, ensinando o cumprimento dos combinados e a lidar com as frustrações, além da preparação para a escola, ensinando autonomia e a capacidade de vencer desafios.

Atividades Extraclasse para as crianças

Matricular no curso de inglês, colocar na natação, levar para o balé… São muitas atividades extraclasse espalhadas pela cidade. Desde as mais tradicionais às novidades de última hora. De fato, elas complementam ou preparam a educação e, de quebra, ajudam no lazer e socialização das crianças. São importantes para o desenvolvimento intelectual e social, além de contribuírem para a formação integral. As atividades ainda promovem trocas culturais e ajudam no processo de aprendizagem. Sem contar que trazem benefícios para a saúde da criança, como a elevação da autoestima e aumentam a sensação de bem-estar.

Balé

Crianças de três a cinco anos passam por diversas transformações. Suas habilidades motoras e intelectuais se desenvolvem e elas passam a ter maior controle sobre si mesmas, se tornando mais competentes e independentes. E o balé é uma atividade que traz benefícios como melhor postura e coordenação motora, desenvolve noção de espaço e localização, além de aumentar a resistência corporal. Além disso, é uma dança de expressão com movimentos lúdicos que despertam a exteriorização de sentimentos e emoções.

Natação

A preferida de muitos pais! Esse é o esporte que a criança pode começar a praticar logo nos primeiros meses de vida. Nessa fase é praticada de forma lúdica e recreativa, estimulando o desenvolvimento motor, cognitivo, social e emocional da criança. Também estimula o apetite, aumenta a resistência cardiorrespiratória e muscular, torna o sono  tranquilo e previne doenças respiratórias.

Música

A música é uma linguagem capaz de comunicar pensamentos, emoções e sentimentos e está presente em todas as culturas do mundo. É fundamental na educação infantil, pois ensina a criança a se expressar, a ingressar na sociedade e a se autoconhecer e ainda estimula a concentração. Além disso, faz com que a criança melhore sua forma de falar, entendendo o significado de cada palavra, processo que ajuda na alfabetização.

Informática

A informática na educação infantil é importante para desenvolver vários aspectos cognitivos da criança. E os professores desta área precisam oferecer condições de aprendizagem nas mais diferentes áreas do conhecimento, interligadas ao processo de desenvolvimento infantil. A informática da educação infantil proporciona às crianças o interagir e o desafiar, incentivando a pesquisa e o contato com  o mundo. Os conteúdos pedagógicos são estabelecidos de acordo com a idade, com a vivência e experiência da criança.

Inglês

A idade ideal para que seja iniciado o ensino da língua inglesa é a partir dos três anos, pois nessa fase a criança está mais receptiva e apta a aprender o novo. Diferente dos adultos, a criança não tem vergonha ou medo de errar, o que facilita muito o aprendizado. Além disso, a criança tem facilidade para captar a sonoridade das palavras, antes mesmo de compreenderem o significado. Dessa forma, quando de aprende uma língua estrangeira na infância, a pronúncia é perfeita. E aos poucos a criança vai assimilando os elementos da nova linguagem.

Judô

A prática do Judô na infância a leva a descobrir o corpo, as capacidades e o mundo. Nessa idade, é muito importante a estimulação psicomotora da criança. O Judô ajuda a criança a ter disciplina, atenção e até melhorar o comportamento. No aspecto físico, o judô desenvolve a agilidade, equilíbrio, velocidade, coordenação e a flexibilidade. No aspecto emocional, desenvolve a honestidade, humildade, solidariedade e respeito.

Vale lembrar que a integração da família é muito importante, pois é um ponto fundamental para que os pequenos alcancem seus potenciais, na medida em que estimulam novos hábitos e consolidam as conquistas dos pequeninos.

Flávia Gomes com matéria do Guia da Mamãe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s