O que precisa ter uma boa babá

Uma babá nota 10

Paciência, afetuosidade e noções de higiene são alguns dos requisitos essenciais de uma boa profissional.
Como em toda profissão, uma babá também precisa ter algumas qualidades especiais. Assim, na hora da entrevista, ela deve preencher os seguintes quesitos:

• Conhecer o funcionamento da estrutura emocional de uma criança.
• Demonstrar afeição.
• Saber noções de primeiros socorros.
• Ter excelente higiene pessoal.
• Expressar-se bem verbalmente.
• Nunca manifestar violência verbal e física.

Treinamento instantâneo

O que é MUITO  importante que ela saiba:

• Produtos de limpeza são veneno e devem ficar fora de alcance e trancados.
• Mãos precisam ser lavadas várias vezes ao dia, sempre antes de alimentar o bebê e antes e depois de trocar as fraldas do pequeno.
• Não é indicado usar brincos, manter as unhas compridas nem os cabelos soltos.
• Ela deve respeitar a privacidade da família.
• A prioridade da casa é cuidar da criança.
• Bebês precisam ser vigiados sempre e não podem ficar sozinhos, a menos que estejam no berço e com a babá eletrônica ligada.
• Os utensílios do bebê merecem limpeza especial – tudo o que ele usa para se alimentar deve ser esterilizado; os brinquedos têm de ser limpos diariamente com álcool.
• A criança jamais deve estar perto do fogão enquanto alguém cozinha.
• Ela precisará organizar a vida pessoal de modo a ter horários flexíveis – até folgas, às vezes, devem ser reprogramadas.
• A higiene pessoal e roupas têm que estar sempre impecáveis.

Encontrei esse Guia de boas maneiras para babás feito pela consultora de estilo Glória Kalil. Compartilho com vocês.

Além do dia-a-dia em casa, a babá vai acompanhar a criança e, de quebra, a família em diversas ocasiões – de festas infantis a casamentos. Daí, para evitar gafes e mal-entendidos de toda sorte, é aconselhável orientar como essa profissional deve se portar nos ambientes familiares e nos eventos sociais. Para ajudar você a tirar de letra a tarefa, a consultora de moda e etiqueta Glória Kalil, autora de livros como Chic, um Guia Básico de Moda e Estilo (ed. Senac), dá as seguintes recomendações:

• Uniforme – Uma alternativa funcional é a babá vestir sempre roupa branca no trabalho. “É provável que ela própria prefira essa opção porque mantém um status à parte dos outros funcionários da casa”, explica Glória.
• Casamentos e festas – Para essas ocasiões, a consultora indica um vestido preto básico. “Em celebrações, não há ninguém de uniforme. Um pretinho básico é simples, moderno e discreto”, orienta.
• Praia – Se a a babá vai para o litoral com a criança, deve ir de roupa de banho, afinal, talvez seja necessário entrar na água com o pequeno. O mesmo vale para piscinas de clubes e prédios. “O ideal é ela usar um maiô, com bermuda e camiseta brancas por cima”, ensina Glória.
• Festinhas de aniversário – Como haverá outras babás no evento, ela deve ir de branco, uniformizada. Quanto ao serviço, nada de oferecer comida diferente: as babás devem comer o que estiver sendo servido aos outros convidados.
• Restaurantes – “É uma situação mais delicada porque, quando todos estão ao redor da mesa, há uma relação íntima”, diz Glória Kalil. “Mas a mãe ou o pai não têm intimidade com a babá, muito menos seus amigos”, continua a consultora. Se houver outros meninos e meninas, o mais recomendado é que a profissional se sente com eles em uma mesa separada. Caso estejam somente a babá e a criança, ela deve se sentar com os patrões e também pedir um prato. Mas é para lá de aconselhável orientá-la com antecedência e delicadeza para esse tipo de ocasião. “Não dá para a babá pedir uma cerveja, por exemplo”, finaliza Glória.

Sei que muita gente não tem um nível tão formal assim com as babás. É o caso da maioria das pessoas de classe média, gente mais como a gente. Então essas dicas servem para balizar os comportamentos, para ajudar na hora de decidir  uma série de pequenas coisinhas que a gente vai deixando de lado. Por exemplo: uma babá pode não estar de uniforme, mas é legal que você ofereça para ela pelo menos um jaleco branco. Isso deixa mais higiênico o trato com a criança, ajuda a não sujar as roupas dela e fica uma cara mais profissional.

Use essas dicas para auxiliar na tomada de decisões e faça o que sua rotina e sua vontade mandarem. Mas lembre que o acordado nunca sai caro e evita mal entendidos.

Boa sorte com as profissionais que cuidam do nosso bem mais precioso! Capacitá-las com cursos é sempre importante. Então que tal checar as ofertas que o site Espaço Mães e Filhos e a Boobambu estão oferecendo para essas profissionais? Acesse http://www.espacomaesefilhos.com.br e confira!

Grande beijo, Flávia Gomes – Espaço Materna

Fonte: Bebê.com com adaptações

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s